O Dia Nacional do Trânsito é comemorado no dia 25 de setembro todos os anos. A data foi escolhida em concordância com a promulgação da Lei nº 9.503 em 1997, mais conhecida como o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Você sabia que todo ano, neste período, são realizadas campanhas e ações para conscientização no trânsito? Pois é, este é o momento ideal para reforçar boas práticas e relembrar as leis. Afinal, se todos fizerem sua parte, evitamos eventos, prejuízos e salvamos milhares de vida.

Confira neste artigo como ser um motorista ainda melhor e compartilhe com outros irmãos de estrada para fortalecer a corrente de conscientização!

Dia Nacional do Trânsito em 2020

Em 2020, o Ministério da Infraestrutura (MINFra), por meio do Denatran, realiza entre 18 de setembro e 25 de setembro a Semana Nacional do Trânsito. O evento conta com debates sobre educação no trânsito, soluções para a área e transformação digital.

Uma grande conquista para todos os motoristas durante a semana desta campanha será a integração do Sistema de Notificação Eletrônica (aplicativo SNE) junto à Carteira Digital de Trânsito (CDT). Muito bom, não é mesmo?

Infelizmente, os eventos envolvendo veículos são a maior causa de morte do mundo. E a gente sabe que ninguém quer perder quem ama por causa das estradas, certo? Por isso, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) estabeleceu para 2020 o tema “Perceba o risco, proteja a vida”.

Para acompanhar a programação completa, acesse o canal no Youtube do Ministério da Infraestrutura clicando aqui.

Principais leis para se lembrar

A AVEP Brasil faz questão de participar desta campanha de conscientização. Por isso, separamos 8 leis de trânsito para você, caminhoneiro do Brasil, se lembrar ao volante.

E, você já sabe, as leis são para todos os dias do ano! Ou seja, nada de aplicá-las somente no Dia Nacional do Trânsito. Confira abaixo as principais regras:

  1. Sempre usar o cinto de segurança;
  2. Respeitar a Lei do Farol Baixo;
  3. Cumprir a Lei Seca, ou seja, jamais ingerir bebida alcóolica e pegar na direção;
  4. Jamais usar o celular ao volante;
  5. Conduzir apenas veículos para os quais você está habilitado;
  6. Transitar sempre com os documentos de porte obrigatório, tais como CNH e licenciamento do veículo (CRLV);
  7. Cumprir todas as determinações para profissionais presentes na Lei dos Caminhoneiros;
  8. Respeitar os sinais de trânsito e regras de circulação, bem como as velocidades e manobras permitidas nas estradas brasileiras.

Atenção: é importante lembrar que ao não cumprir quaisquer regras acima, o condutor estará sujeito a multas em dinheiro e pontos na carteira. Temos certeza que você não quer se expor aos riscos e ainda sair no prejuízo, certo?

Boas práticas para caminhoneiros

Além das leis, existem ações que podem ser colocadas em práticas no dia a dia para garantir maior segurança de todos na estrada. Pensando nisso, nós também selecionamos atitudes que estão de acordo com o tema “Perceba o risco, proteja a vida”.

Veja quais são:

  • sempre faça revisão e manutenção no seu caminhão;
  • se precisar fazer ultrapassagens, garanta que sejam 100% seguras para todos na estrada;
  • atenção à carga transportada: faça uma boa acomodação, tenha em mãos a documentação necessária e não ultrapasse os limites de peso para tráfego;
  • evite dirigir à noite ou com chuva, e se for necessário, aja com o dobro de cautela;
  • mantenha-se atualizado sobre notícias e leis de trânsito ou da profissão;
  • pratique a direção defensiva;
  • as mãos devem estar sempre ao volante e a atenção nas rodovias;
  • jamais se esqueça de sinalizar corretamente, inclusive em casos de panes ou eventos na estrada;
  • planeje a rota antes de sair de casa;
  • não tenha pressa para chegar ao destino final, pois ela pode ser fatal;
  • conte com sistemas de rastreamento e monitoramento, assim você protege a si, a carga e o veículo;
  • conte com Proteção Veicular para ter rápida assistência em qualquer situação.

Indo além do Dia Nacional do Trânsito

Para concluir, mais uma vez é importante falar que todas as atitudes mencionadas neste artigo devem ser praticadas todos os dias. Só assim podemos ter estradas mais seguras e garantir que todos chegarão bem em casa.

Entre os principais motivos para eventos nas rodovias estão causas totalmente evitáveis, tais como:

  • imprudência;
  • negligência ou desconhecimento das leis de trânsito;
  • falta de manutenção dos automóveis;
  • sinalização e condições precárias em diversas vias do país.

É preciso, portanto, fazer sua parte. E, além disso, cobrar que organizações governamentais também façam a parte que diz respeito à eles. Pois, com essa sintonia, finalmente teremos o trânsito que buscamos todos os dias do ano.
Gostou deste conteúdo? Compartilhe com os irmãos de estrada e visite nosso blog para ficar por dentro de todos os assuntos sobre caminhões e caminhoneiros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *