No Brasil, existem várias categorias de Carteira Nacional de Habilitação, mais conhecida como CNH. Quem já passou por uma autoescola aprendeu rapidamente sobre cada uma delas. Mesmo assim, ainda há muita confusão com este assunto.

Para não restar dúvidas, vamos falar sobre cada categoria e explicar o processo para conquistá-las. Fique tranquilo, isso não é o exame de direção. Boa leitura!

Categorias de Carteira Nacional de Habilitação: quais são

Se existe mais de um tipo de CNH, isso significa que há especificidades em cada uma, não é mesmo? Pois é, as categorias de Carteira Nacional de Habilitação definem quem pode dirigir e quais veículos. Confira:

Autorização para Conduzir Ciclomotor

Essa autorização não é exatamente uma CNH, portanto, não está entre as categorias. Na realidade, a ACC é um documento emitido para condução de veículos de duas rodas, com até 50 cilindradas.

A velocidade máxima para esse veículo é 50km/h. Os ciclomotores são conhecidos também como cinquentinhas. A autorização é válida por apenas 12 meses.

Categoria A

Esta é categoria é destinada à condução de veículos de duas ou três rodas, com mais de 50 cilindradas. Neste caso, os veículos podem ter ou não carros acoplados na lateral. Alguns exemplos são motos e triciclos. Também é válido para os ciclomotores.

Categoria B

A habilitação é destinada à condução de veículos de quatro rodas, com peso máximo de 3,5 toneladas. A capacidade é de até 9 ocupantes, incluindo o motorista. O principal exemplo são os carros, mas também é válido para quadriciclos.

Na categoria B, também é permitido o acoplamento de reboques ou semirreboques, e motor-casas (até 9 toneladas), desde que sejam respeitados os pesos e a capacidade de passageiros. Carros com trailers não estão inclusos.

Categoria C

Esta categoria engloba todos os veículos permitidos na categoria B e também veículos de carga. Neste caso, apenas veículos não articulados e com mais de 3,5 toneladas de peso bruto total.

O principal exemplo são os caminhões, responsáveis pela maior parte do transporte de cargas nas rodovias brasileiras. Também é possível conduzir veículos com unidades acopladas, considerando o peso máximo de 6 toneladas.

Categoria D

Com habilitação da categoria D, é possível dirigir veículos de transporte para mais de 8 passageiros. A habilitação permite também condução dos veículos mencionados na categoria B e C. Os principais automóveis da categoria D são ônibus e vans.

Categoria E

A CNH da categoria E destina-se a veículos com unidades acopladas acima de 6 toneladas. Como, por exemplo, carretas, caminhões de semirreboque articulados e até trailers. Além disso, é válida para todos os veículos das outras categorias.

Categorias de Carteira Nacional de Habilitação: como conseguir

Para que qualquer pessoa consiga a primeira CNH, é preciso realizar alguns procedimentos obrigatórios e preencher os requisitos determinados. Os candidatos devem ter CPF, carteira de identidade e serem alfabetizados.

Os interessados devem comparecer ao DETRAN da localidade em que mora e fazer uma inscrição, apresentando os documentos solicitados. Em seguida, deve ser paga uma taxa para confirmar a inscrição.

Os próximos passos são realizar os exames médicos e psicotécnicos agendados. Após a liberação dos resultados, o aluno estará apto a iniciar as aulas de legislação. Ao todo, são 45 horas-aula. Com a finalização desta etapa, é aplicado um teste de conhecimento.

Se aprovado, o aluno poderá ir para as aulas práticas. Também ao final das aulas práticas, será realizada a chamada “prova de rua”. É o teste prático de direção. Com a aprovação no teste, a pessoa já estará habilitada para dirigir e basta esperar a CNH provisória ser enviada para o seu endereço.

Categorias de Carteira Nacional de Habilitação: requisitos

As categorias de Carteira Nacional de Habilitação se relacionam entre si. Como falamos, em alguns casos, ao ser habilitado em determinada categoria, o condutor poderá dirigir veículos próprios de outras categorias. Como isso funciona? Entenda abaixo os requisitos específicos de cada categoria:

  • Categoria A: ter 18 anos ou mais.
  • Categoria B: ter 18 anos ou mais.
  • Categoria C: ser habilitado na Categoria B há pelo menos um ano. 
  • Categoria D: ter no mínimo 21 anos de idade. Estar habilitado na categoria B, no mínimo, há 2 anos ou na categoria C há pelo menos 1 ano.
  • Categoria E: ter no mínimo 21 anos de idade. Estar habilitado nas categorias C ou D há pelo menos 1 ano.

Além disso, para qualquer mudança nas categorias de Carteira Nacional de Habilitação, é indispensável não ter cometido infrações gravíssimas, graves ou ser reincidente em infrações médias nos últimos doze meses. Todos os débitos no prontuário devem estar quitados. Agora que você já conhece todas as categorias das, popularmente conhecidas, carteiras de motorista, vamos para o próximo assunto? Saiba tudo sobre o exame toxicológico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *