Quando você compra um caminhão, ou mesmo um carro, logo vem à mente a lembrança de que será necessário contratar um serviço que dê suporte e assessoria em caso de roubos, acidentes e furtos. Uma das primeiras opções é o seguro automotivo, mas os altos valores dos planos, em muitos casos, inviabilizam a adesão.

É neste momento que muitos caminhoneiros buscam alternativas mais acessíveis no mercado e, uma das opções possíveis, é a proteção veicular. Mas como funciona isso? A AVEP Brasil mostrará em seguida. Boa leitura!

O que é proteção veicular?

A proteção veicular consiste em uma associação, formada por um grupo de pessoas, que tem o objetivo de garantir a proteção dos automóveis contra roubos, acidentes e/ou outros eventos indesejáveis ao veículo.

Os representantes do segmento são chamados de cooperativas de proteção veicular, cooperativas de seguros ou associações de seguros.

O formato de adesão é menos burocrático, porém, é fundamental que exista transparência entre os integrantes. O serviço funciona como um fundo administrado pela empresa/associação, em que os associados realizam pagamento mensal e dividem entre si as despesas.

Em outras palavras, acontece um rateio dos custos dos sinistros (roubo, furto, colisão, enchente, etc) entre os associados. É como se um amigo seu sofresse um acidente e os colegas contribuíssem com uma quantia para pagar o concerto.

Essa diferença de abordagem pode trazer muitos benefícios aos associados, tais como: resolução mais ágil dos problemas, menor custo, menor burocracia, entre outros.

A modalidade está dentro dos parâmetros da lei, pois está amparada pelo art. 5º da Constituição Federal de 1988, parágrafos XVII e XVIII, que preveem a liberdade de criação de associações que atuem licitamente, exceto aquelas que tiverem caráter paramilitar.

Porém, na hora de fechar o negócio, sempre procure referências sobre a associação, consultando o CNPJ e outros usuários do serviço.

Existem diferenças entre seguro automotivo e proteção veicular?

As duas opções estão no mesmo segmento, porém existem algumas particularidades que diferenciam os serviços. Confira:

Valor de contratação

Aqui tem-se uma disparidade entre o seguro automotivo e a proteção veicular, já que as associações de proteção veicular trabalham com valores bem inferiores em comparação com os seguros convencionais.

Os seguros avaliam algumas particularidades do contratante, tais como o tempo de habilitação. Além disso, o tipo de cobertura pode ser determinante no valor final, variando de acordo com a cobertura.

Já as associações, levam em consideração apenas o modelo do veículo e os valores podem variar de acordo com as ocorrências do mês. As seguradoras trabalham com o mesmo preço de contrato até o final.

Menos burocracia e mais rapidez

Uma importante vantagem é que as situações de acidentes e roubos podem ser resolvidas diretamente com um responsável, evitando que o cliente se desgaste com inúmeras ligações, as quais atrasam a resolução do problema.

Assistência diferenciada para vítimas e terceiros

Nos casos de ocorrências que resultem em morte ou invalidez, as associações de proteção veicular têm as coberturas mais acessíveis no mercado, conquistadas por meio de parcerias com empresas do segmento de assistência funeral e hospitais.

Também através de acordos estratégicos, elas conseguem atender, com eficiência, ocorrências envolvendo terceiros, viabilizando uma ampla cobertura, mantendo o preço acessível.

Compra de produtos com desconto em estabelecimentos parceiros

O contrato prevê, em muitos casos, a aquisição de itens com valores mais baixos em locais conveniados como, por exemplo, farmácias.

Essa e outras vantagens são oferecidas para os associados como forma de fidelização e são comuns em diversas associações de proteção veicular. Através desta modalidade, mais é possível proteger seu caminhão ou carro sem gastar muito e sem as inúmeras burocracias que tanto trazem dor de cabeça.

Ainda tem dúvidas sobre os benefícios que a associação de proteção veicular pode proporcionar para você? Entre no site da AVEP e tire todas as suas dúvidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *