Apesar de se parecerem, caminhão e carreta são veículos bem diferentes. Principalmente quando temos em mente as atividades que devem ser desempenhadas por eles.

Para quem está por dentro dos veículos, pode ser fácil encontrar as diferenças, mas para quem os vê apenas passando nas estradas não é tão simples assim.

Por isso, vamos revelar as especificidades destes veículos e esclarecer as diferenças entre eles. Assim, você descobrirá qual deles compensa mais e conhecerá melhor o universo o transporte rodoviário de cargas. Até porque ele está presente em cada objeto que chega até nós. Apertem os cintos e vamos lá!

Caminhão x Carreta

A primeira semelhança e também a mais importante entre esses dois automóveis foi mencionada aí em cima. Você encontrou? É que caminhão e carreta são transportes rodoviários de cargas. Porém, em alguns casos, eles podem circular nas áreas urbanas.

Já a principal diferença é que os caminhões são considerados veículos fixos ou monoblocos e as carretas são veículos articulados. Os caminhões são formados por uma parte única, em que se localiza a cabine, motor e a carroceria, destinada às cargas.

E, ao contrário, as carretas são veículos articulados pois sua unidade de carga é separada. As carretas se dividem em duas partes: a primeira com a cabine, o motor e as rodas de tração; e a segunda com as unidades de carga. Tecnicamente, a primeira parte é chamada de cavalo mecânico e a segunda de semi-reboque.

Conseguiu visualizar essas diferenças físicas? Para facilitar, feche os olhos por cinco segundos e lembre dos veículos que transitam nas rodovias. Em geral, os caminhões são menores e, por consequência, transportam menos volumes. As carretas são mais longas e transportam volumes maiores.

Os caminhões podem ter tamanhos variados, com dois ou três eixos, podendo suportar até 23 toneladas para transporte. A capacidade de carga das carretas varia até 30 toneladas, de acordo com o cavalo mecânico e o semi-reboque.

Como escolher entre caminhão e carreta

A escolha entre caminhão e carreta para um motorista ou uma transportadora deve ser feita com base na capacidade de carga.

Afinal, as vantagens e desvantagens de cada um destes veículos estão ligadas diretamente aos objetivos de sua utilização.

Ao utilizar o meio de transporte incorreto, uma série de problemas irão aparecer de maneira recorrente. 

Se houver excesso de carga no veículo, haverá desgastes na estrada, nos pneus e maior necessidade de manutenção. A carga muito abaixo do suportado também é ruim, pois gerará mais custo para o proprietário a longo prazo.

Por exemplo, os caminhões incluídos na categoria de veículo urbano de carga (VUC) são indicados para transporte dentro dos municípios, como entrega de alimentos, gás, entre outros. E as carretas são recomendadas para viagens mais longas e pesadas, com transportes de maiores quantidades.

De toda forma, é preciso analisar bem qual serviço será prestado com o caminhão ou com a carreta. Assim, não há chances de adquirir o veículo errado, que não irá atender as expectativas e as demandas do trabalho.

Como contratar uma proteção veicular

Junto com um veículo chegam algumas outras preocupações e a principal delas é a segurança. Todo mundo sabe que a vida nas estradas não é fácil e tem muitos riscos. Por isso, é preciso escolher como e qual proteção veicular contratar.

No caso dos caminhões e carretas, existem situações específicas destes tipos de veículos que merecem muita atenção. Então, a proteção veicular deve ser ampla e cobrir diversos tipos de acidente.

Para motoristas de caminhões e carretas, é recomendado proteção veicular que ofereça segurança em caso de roubos, furtos e batidas, que são situações possíveis para qualquer veículo.

E também uma proteção que tenha assistência 24 horas, afinal, o transporte é contínuo e não está restrito ao horário comercial.

Além disso, é preciso ter atenção se a contratação inclui destombamento de veículos, incêndios ou danos causados por fenômenos da natureza. Pois, os transportes rodoviários de carga estão muito mais expostos a estes riscos.

Quer saber como contratar proteção veicular com todos os benefícios citados e custos reduzidos? Faça uma simulação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *