Hoje, a AVEP tem uma pergunta especial para você caminhoneiro: ao ler ou assistir notícias sobre a economia do Brasil em jornais, você entende a importância dos caminhoneiros para tais resultados? Pois é, os dados podem parecer um grande bicho de sete de cabeças, mas saiba que eles são reflexo do seu trabalho em diário.

Em resumo, não é exagero dizer que motoristas do transporte de cargas rodoviário são grandes responsáveis por girar a roda da economia. E, para quem bem se lembra de 2018, o país teve que assistir e se organizar para atender a esta classe trabalhadora e manter bons resultados no Produto Interno Bruto (PIB) daquele ano.

Bom, se você precisa se convencer ainda mais da importância da sua profissão, e entender como é sua participação no nosso cenário econômico, nós vamos explicar. Faça uma leitura boa e completa do artigo!

Economia e importância dos caminhoneiros

No Brasil, 60% do transporte de carga acontece por meio das rodovias percorridas incansavelmente por caminhoneiros como você. Muita coisa, não é mesmo? Ao transportar qualquer insumo, um motorista de caminhão está sendo peça fundamental na movimentação de valores, geração de renda e distribuição de riquezas.

Isso porque, grande parte das cargas, tem como objetivo final a comercialização. Principalmente, para pequenos e médios negócios, que são os mais presentes em nosso país. Deste modo, se os produtos não chegam, não há como vender e ganhar dinheiro, de forma simplificada.

Porém, de forma ampla, essa rede construída por caminhoneiros é ainda mais essencial. Ao levar produtos ou matérias-primas para todo o país, motoristas possibilitam que as pessoas realizem trocas comerciais, prestem serviços, acessem lazer e entretenimento,  paguem seus impostos em dia, entre outras ações.

Por isso, a Greve dos Caminhoneiros em 2018 foi tão impactante. Já que, há cada dia sem as cargas chegarem aos seus destinos, era um dia perdido economicamente. Afinal, tempo é dinheiro, como já diz a expressão popular. É também por esse motivo que, durante a pandemia do novo coronavírus, o transporte de cargas foi considerado uma uma atividade essencial.

Transporte de cargas e exportações

Num primeiro momento, pode até parecer que estamos falando de economia local, restrita aos lares, ou até mesmo somente dentro do país. Porém, o transporte de cargas rodoviária vai além das fronteiras, ou pelo menos, chega bem próximo delas.

Entre os diversos modais possíveis para levar nossas matérias-primas à exportação, está o rodoviário, que faz parte do trajeto. Isso porque muitos caminhoneiros atuam com cargas que são levadas aos portos, para serem transportadas em seguida pelo meio marítimo.

O Brasil é um país com diversas matérias-primas que são exportadas para todo o mundo. Sendo as principais, os produtos da agricultura, como laranja, trigo e outros, e também produtos da mineração, como o minério de ferro.

Ou seja, o impacto que essas exportações geram à nossa balança comercial, depende diretamente da rotina dos motoristas de caminhão.

Matérias-primas

Diante da importância dos caminhoneiros e sua relação com as matérias-primas, vamos falar um pouco mais sobre elas neste tópico. O conceito de matéria são produtos naturais ou semifaturados que passarão por um processo produtivo até tornarem-se acabados e industrializados.

Neste sentido, considerando o tipo de carga que você transporta, pode ser que esteja transportando algum tipo de matéria-prima. Por exemplo, as cargas a granel sólidas, tais como grãos, ou as cargas de mineração, já mencionadas.

Devemos ter consciência, principalmente nossos caminhoneiros para reconhecerem sua importância, de que se os produtos brasileiros chegam a outros países, é também por intermédio do motorista de transporte de cargas rodoviário.

Resultado da importância dos caminhoneiros

Conseguimos explicar bastante coisa a respeito da importância dos caminhoneiros na economia, concorda? Mas, se você ainda está se perguntando qual o resultado de tudo isso, nós temos um resumo das respostas.

A função dos caminhoneiros interfere no PIB do Brasil, na balança comercial, nas transações internacionais, etc. E afeta diretamente a principal lei econômica: Lei da Oferta e da Demanda. Afinal, de nada adianta produzirmos em larga escala, se não contribuímos com que nossos insumos cheguem onde é necessário.

Chegamos ao fim de mais um artigo do blog da AVEP. Foi esclarecedor para você, irmão de estrada? Então, compartilhe com outros motoristas para terem ainda mais consciência da importância dos caminhoneiros.
Aproveitando a oportunidade, visite o blog da AVEP para acessar conteúdos sobre tudo acerca da vida nas estradas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *