Diariamente, milhares de caminhoneiros trafegam pelas rodovias brasileiras transportando cargas essenciais para a sobrevivência dos cidadãos. Sendo assim, são vários tipos de carga que circulam pelo país e, com certeza, a maioria delas chega até você.

Aliás, é por esse motivo que a greve dos caminhoneiros, em 2018, assustou tantas pessoas. Afinal, como sobreviver sem os insumos necessários para uma vida normal? 

Agora a realidade é outra. Por isso, fazemos as seguintes perguntas: você conhece todas as cargas transportadas por caminhões e em quais categorias elas se encaixam?

Tipos de Cargas

Bom, se estamos falando de tipos de cargas para irmãos de estrada, muitos devem estar questionando a importância do tema. Deste modo, na realidade, são os tipos de carga a serem transportadas que influenciam toda a rotina dos caminhoneiros.

Ao saber o que será transportado, é possível escolher o caminhão ideal, ficar atento à legislação, ao volume de carga, à forma de organização dentro do veículo, etc. Por isso, mantenha atenção às descrições abaixo. Boa leitura!

Cargas secas

São as cargas mais simples de serem transportadas, por não terem restrições ou necessitarem de cuidados específicos. Neste caso, estamos falando de produtos industrializados e não perecíveis, como por exemplo:

  • alimentos não perecíveis;
  • móveis;
  • materiais para construção;
  • entre outros.

Para as cargas secas, são recomendados os seguintes veículos de transporte: Veículo Urbano de Carga (VUC) ou a Carreta LS. Lembrando que, em geral, é usada a carroceria baú.

Cargas a granel

Esse tipo de carga se diferencia da citada no último tópico, pois trata-se de produtos que não são embalados, encaixotados ou acondicionadas de alguma forma. E, as cargas se dividem, ainda, em sólidas e líquidas.

Alguns exemplos de carga a granel sólidas são grãos, como feijão e milho. Já as cargas líquidas, neste caso, são sucos, leite, água e outros líquidos não perigosos.

Para as cargas sólidas, são recomendados caminhões truck ou carretas. Já para as líquidas, o essencial é que o caminhão possua uma carroceria de aço, evitando vazamentos.

Cargas frágeis

Provavelmente, você já recebeu alguma caixa com as seguintes palavras: “cuidado, produto frágil”. Portanto, são estes produtos que fazem parte das cargas frágeis, sendo alguns exemplos:

  • vidros;
  • espelhos; e
  • louças.

Com esse tipo de carga, o mais importante é a embalagem dos materiais a serem transportados. Pois assim, garante-se que não haverá quebras ou surgirão defeitos, e por consequência prejuízos, ao longo do percurso.

Cargas vivas

Podem ser consideradas as cargas mais delicadas para se transportar, afinal, estamos falando de animais. Neste caso, alguns cuidados precisam ser tomados. Por exemplo, as dimensões do contêiner em que o animal será levado, para não haver riscos e maus tratos aos animais.

No Brasil, é comum locomover bois, vacas, porcos e cavalos. Sendo assim, é necessário carrocerias fechadas, mas que garantam circulação de ar o suficiente para os animais suportarem a viagem.

Cargas frigoríficas

São alimentos que necessitam de refrigeração para serem transportados, garantindo que eles chegarão em boas condições de consumo ao destino final. Deste modo, pode-se dividir a categoria em perecíveis e congelados.

Os perecíveis são frutas, verduras e legumes. E, geralmente, utiliza-se o baú refrigerado, para que a carga não perca a qualidade.

Já os congelados são carnes e alimentos industrializados que necessitam de congelamentos. Neste caso, é utilizada a carroceria baú frigorífica, que mantém a temperatura dentro do adequada e é totalmente fechada.

Cargas de mineração ou construção civil

Entre os vários tipos de carga, essa categoria têm como principais produtos o deslocamento de minério de ferro e de cimento. Assim, são utilizados caminhões próprios para operações de minas ou atividades da construção civil.

Cargas de veículos

São transportados com mais frequência para carros e motos. As cargas de veículos são realizadas pelo chamado caminhão cegonheiro. A carroceria deve ser plataforma ou guincho. Em caso de reboque, são recomendados os caminhões toco ¾ ou truck. 

Cargas de medicamentos

Como não poderia ser diferente, são transportados remédios em geral. O grande diferencial desta carga, além de alguns casos precisarem de acondicionamento específico, é a documentação necessária para circulação.

Isso porque exige-se um farmacêutico responsável pelo tráfego e distribuição do material. Além disso, carrocerias baú são comumente utilizadas para locomoção de medicamentos, com auxílio de pallets para organização.

Cargas perigosas

Para esse tipo de carga, são utilizados caminhões específicos e devidamente sinalizados. São transportados, os seguintes produtos:

  • petróleo;
  • gás natural;
  • explosivos;
  • sólidos inflamáveis;
  • líquidos inflamáveis;
  • materiais corrosivos ou radioativos.

Com base nesta lista, já é possível entender o porquê da definição de cargas perigosas, não é mesmo? Em resumo, trata-se de materiais que oferecem riscos à saúde, à segurança ou ao meio ambiente.

Conclusão

A partir deste artigo, não restam dúvidas de que os caminhoneiros são responsáveis por levar e trazer itens essenciais a sobrevivência de qualquer indivíduo. Adicionalmente, é perceptível a importância de seus trabalhos nas estradas, merecendo maior valorização enquanto profissão.Se você gostou de conhecer os tipos de carga transportadas, leia outro conteúdo bastante útil em nosso blog. Que tal conhecer agora os diferentes tipos de freio de caminhão existentes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *