Veja os principais cuidados no transporte de cargas perigosas

Veja os principais cuidados no transporte de cargas perigosas

O transporte de cargas perigosas tem crescido nos últimos anos, o que significa que existem muitas oportunidades de frete para faturar. Porém, isso também significa que é preciso estar preparado para transportar esse tipo de carga. Será que você está?

No post de hoje, vamos explicar o que são as cargas perigosas e os cuidados que precisam ser tomados para seu transporte. Vamos começar?

Quais são esses tipos de carga?

São consideradas cargas perigosas todo e qualquer material que possa trazer riscos ao caminhoneiro e a todos ao seu redor em caso de acidente ou imprudência no transporte. Por isso, cada uma segue uma regulamentação específica e são divididas em nove categorias:

  • explosivos;
  • gases;
  • líquidos inflamáveis;
  • sólidos inflamáveis, substâncias sujeitas à combustão espontânea e substâncias que em contato com água emitem gases inflamáveis;
  • substâncias oxidantes e peróxidos orgânicos;
  • substâncias tóxicas e substâncias infectantes;
  • materiais radioativos;
  • substâncias corrosivas;
  • substâncias e artigos perigosos diversos.

Cada uma dessas categorias precisa de cuidados e equipamentos específicos para seu transporte e podem ser identificadas facilmente pelas placas/rótulos obrigatórios na carroceria do caminhão.

Quais os cuidados para o transporte de cargas perigosas?

Se você pretende entrar no negócio de transporte desse tipo de carga, ou se já realiza esse serviço, mas nunca se atentou aos cuidados, separamos os três pontos essenciais para realizar esse trabalho.

1. Seja cuidadoso

Esse cuidado vale para todos os dias de trabalho e também para qualquer tipo de carga, mas ganha importância especial no caso das cargas perigosas. Dirija sempre com muita atenção e nunca faça manobras que possa colocar a carga e você em risco. Aposte sempre na direção defensiva.

2. Utilize todos os EPIs obrigatórios

Nunca deixe de utilizar todos os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) exigidos para cada tipo de carga, tanto no momento do transporte quanto no manuseio.

Além de você estar sempre seguro caso algum incidente aconteça durante a carga e descarga ou até no transporte, ainda fica livre de multa que pode ser aplicada caso a regulamentação para o traslado de determinada carga não esteja sendo seguida.

3. Use as embalagens corretas

Produtos perigosos requerem embalagens específicas para seu transporte. Essas embalagens garantem que o produto transportado não reaja, por exemplo, com o material de armazenamento e cause algum problema.

As embalagens devem, obrigatoriamente, conter a marcação do produto transportado e seus perigos. Também deve haver uma diferenciação de cor bastante chamativa, para evitar o manuseio ou desembarque errôneo da mercadoria.

Qual a documentação necessária?

Bom, como você já deve imaginar, não é qualquer motorista que pode transportar esse tipo de carga. O caminhoneiro deve sempre ter à mão o Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos (CIPP) e o Certificado de Inspeção Veicular (CIV) do caminhão.

Também é preciso ficar atento às restrições de circulação: o transporte de cargas perigosas não pode ser feito nas proximidades de áreas densamente populadas, próximos a reservatórios de águas e rios e ou áreas de proteção ambiental, segundo o artigo 15 da Resolução 3665/2011 da ANTT.

Sabia que eram precisos tantos cuidados no transporte de cargas perigosas? Então aproveite para curtir nossa página no Facebook e não perder mais nenhuma dica como essa!

Deixe um comentário