A jornada de quem ganha a vida rodando pelas estradas é muito cansativa. Por isso, é essencial que o caminhoneiro faça pausas ao longo de suas viagens. Nesse sentido, as paradas nas estradas são grandes aliados, podendo ser o refúgio e o porto seguro de quem passou horas atrás do volante.

Foi pensando nisso que no post de hoje traremos uma lista com pontos de parada em várias estradas brasileiras que todo caminhoneiro deve conhecer. Interessou? Então, boa leitura!

Importância das paradas nas estradas

Uma coisa é certa: dirigir cansado e com sono é um perigo para a saúde e a segurança do motorista e, consequentemente, da carga. Por isso, as horas de descanso são extremamente importantes. Inclusive, já falamos por aqui sobre dirigir com sono.

Mas, mais do que importante, o descanso do caminhoneiro é garantido por lei. Segundo a Lei dos Caminhoneiros, o motorista tem direito a 11 horas de descanso noturno. Além disso, ela proíbe que caminhoneiros de transporte rodoviário de cargas dirijam por mais de quatro horas consecutivas, sendo obrigatório realizar uma parada de pelo menos 30 minutos.

Portanto, para que o motorista de caminhão tenha o seu merecido descanso e a lei seja realmente colocada em prática, as paradas para caminhoneiros nas estradas são essenciais. Existem muitas que são gratuitas e tidas como pontos seguros para os motoristas descansarem com calma e tranquilidade. 

7 Paradas que o caminhoneiro deve conhecer

  1. Posto Castelo, na Rodovia Washington Luís, km 222: Pertencente à rede Shell, essa parada possui uma estrutura de destaque, com pausada, loja de conveniência e um restaurante que já se tornou referência na vizinhança.
  1. Renovias, na Rodovia SP-340, km 161: Localizado na Rodovia Mogi Mirim/Campinas, em São Paulo, essa parada possui uma área de descanso com 25 mil m² e capacidade para abrigar 80 caminhões. Nela, os caminhoneiros podem usufruir de um espaço de lazer, cozinha, banheiros com chuveiros, e área de serviço. Ainda possuem à disposição telefones e mapas rodoviários.
  1. Ecovias, na Rodovia Anchieta, km 40: Próximo ao acesso à interligação Planalto, em direção à Imigrantes, essa parada abriga até 90 caminhões — com um espaço exclusivo para cargas perigosas. Com 27,5m² de área, ela conta com segurança 24 horas, banheiros com chuveiro, sala de estar, tanques e quiosques com churrasqueira e quadra. 
  1. Posto Tio Zico II, na BR 376, km 626: Localizado em Santa Catarina, essa parada conta com um pátio grande para a parada de caminhões, lava-jato, borracharia, auto elétrica, além de restaurante com lanchonete.
  1. Posto Décio, na BR 153, Km 0 + 500 m: Essa parada fica na cidade de Araporã, na fronteira entre Minas Gerais e Goiás, comportando um dos maiores postos de combustíveis do mundo. Pertencente ao Grupo Décio, ela oferece serviços de alimentação, lavanderia, estacionamento gratuito, banheiros com chuveiro e muito mais.
  1. Posto Amigão Saraiva, na BR 101, km 276: Pertencente à rede Amigão Saraiva, o posto Retiro dos Bandeirantes Amigão Saraiva conta com borracharia, acessórios, restaurante, posto 24 horas, estacionamento, chuveiro quente, lubrificação e troca de óleo.
  1. Graal 56, na Rodovia dos Bandeirantes, km 56,5: Essa parada pertence ao Grupo Graal e possui uma enorme área de serviços. Ele oferece diversas opções para alimentação e higiene, espaço para o abastecimento dos veículos e serviços como troca de óleo e lavagem. 

Você já descansou em algum desses pontos? Conhece algum outros que deveria estar nessa lista? Então não deixe de colocar a sua sugestão nos comentários!

Mas, todos nós sabemos que a vida na estrada não é fácil. Além de ser essencial estar descansado, os caminhoneiros diariamente enfrentam diversos perigos rodando pelas rodovias do nosso país

Se você quer estar prevenido e pronto para qualquer risco que possa encontrar pelo caminho, então não deixe de baixar o nosso e-book gratuito sobre os “Principais Problemas Que Você Pode Enfrentar Na Estrada e Como Resolvê-los”. Clique aqui e garanta esse conteúdo exclusivo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *