Quando as coisas estão no eixo, ficamos tranquilos, sossegados! Ligamos o rádio e focamos na estrada e na viagem, não vemos a hora de terminar o trabalho e retornar para casa.

Mas, para que tudo ocorra sem problemas, precisamos manter a revisão em dia. E se tem um componente essencial para o equilíbrio do veículo é exatamente o eixo do caminhão!

Sim! E não estamos falando no sentido figurado.

Com certeza vocês já ouviram falar sobre e, também, já ouviram os termos eixo simples, eixo duplo, rodagem e outros relacionados. Além de ouvir, vocês sabem sobre o que se trata?

O que é o eixo do caminhão

Por mais óbvio que possa ser, vamos elucidar o que é o eixo do caminhão. Ele é o componente onde são instalados os pares de rodas do caminhão. E, claro, o eixo liga as rodas dos lados do caminhão.

Em veículos com sistemas de eixos duplos ou triplos, um eixo conecta as rodas dos dois lados e a suspensão do caminhão é responsável pelo suporte para os pneus!

É importante salientar a diferença entre os sistemas de eixo. Vamos lá?

Eixo simples

Quando falamos sobre eixo simples, estamos nos referindo ao componente de apenas uma conexão entre as rodas. Nas extremidades de um eixo simples, podemos encontrar 2 ou 4 rodas!

Eixo duplo – trucado ou tandem

Quando nos referimos aos eixos tandem de rodas duplas, estamos falando de uma composição de dois ou mais eixos consecutivos.

Esses eixos têm centros não mais distantes do que 1m e menos do que 2m, ligados a um dispositivo de suspensão – chamado de balancim – responsável por distribuir a carga entre os eixos.

O eixo tandem pode ser duplo, somando 8 pneus. Você pode ouvir falar em eixo tandem, eixo duplo ou eixo trucado.

Eixo duplo não tandem

Modelo de eixo duplo, com rodas duplas, mas com espaçamento superior a 2 m.

Eixo duplo especial tribus

O eixo duplo especial é também conhecido como tribus. Esse modelo é formado por 2 eixos: 1 conjunto com 4 rodas e outro com 2, totalizando 6 rodas.

Rodagem

Existem configurações básicas e classes para cada veículo e isso se aplica ao agrupamento de eixos de caminhão. 

A definição de rodagem é: a quantidade de pneumáticos por eixo. A rodagem de um caminhão pode ser simples ou dupla:

  • simples: o eixo tem apenas um par de rodas;
  • dupla: são dois pares de rodas em cada eixo.

Eixo do caminhão e rodagem

É comum lermos por aí sobre a combinação entre eixos e rodagens. Na legislação de trânsito brasileiro encontramos termos como eixo simples com rodagem dupla, eixo duplo com rodagem simples, dentre outras combinações possíveis.

Essas combinações, nós encontramos nas tabelas de peso do DNIT e ANTT. E, sabe por que é importante saber sobre tais combinações?

Segundo os órgãos regulamentadores, quanto menos eixos e menor rodagem, menor a capacidade de peso por eixo na hora da pesagem. Por exemplo: um eixo duplo com rodagem dupla tem maior capacidade de peso do que um eixo duplo com rodagem simples.

Para avaliar a capacidade de peso sobre o eixo, é de suma importância que se considere, também, o tipo de suspensão. As suspensões atuais na legislação são a direcional, tandem, não tandem, especial, e pneumática.

A relação entre eixo do caminhão, rodagem e capacidade máxima

Agora que você já entendeu separadamente o que são, chegou a hora de juntar todos esses conhecimentos para te mostrar, na prática, a relação deles com a capacidade máxima de peso do caminhão.

A legislação é bastante rígida e clara nesse sentido. E há uma explicação por trás: a configuração dos eixos e rodagem é pensada para que o centro de gravidade esteja no local adequado e o peso seja igualmente distribuído.

É um cuidado para garantir a segurança do veículo

Vamos ao que interessa: a relação entre os eixos, tipos de rodagem e capacidade máxima:

  • Eixo simples
    • com rodagem simples: até 6 toneladas
    • com rodagem dupla: até 10 toneladas
  • Eixo duplo tandem: entre 9 e 13,5 toneladas
  • Eixo duplo não tandem: entre 15 e 20 toneladas
  • Eixo triplo: entre 25,5 e 30 toneladas

O que pode acontecer se o eixo estiver desregulado?

Que a melhor receita para evitar problemas na estrada é prevenir e fazer revisões periódicas todos nós já sabemos.

Se, por acaso, você se descuidar dos eixos do caminhão, o que pode acontecer?

  • Multas: algumas alterações nos eixos, bem como excesso de peso, podem acarretar sanções.
  • Pneus: a desregulação do eixo pode ocasionar o desgaste prematuro dos pneus do caminhão, bem como de componentes relacionados ao freio e suspensões. Além do perigo associado, você possivelmente terá que gastar com troca de peças antes do tempo.
  • Direção: quando o eixo não vai bem, a direção fica muito mais instável. Com isso, por mais experiente que você seja na estrada, ficará mais sujeito a acidentes.
  • Combustível: a inadequação dos eixos também pode ocasionar aumento nos gastos com combustível.

Após a leitura, esperamos que vocês não tenham dúvidas sobre esse componente tão importante e, caso tenha ficado alguma dúvida, deixe nos comentários. 

Esperamos que tenham gostado do conteúdo e que tudo mantenha-se no eixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *