A preocupação com as questões ambientais deve ser uma realidade na vida de todos os cidadãos, dado que os efeitos negativos dos impactos ao meio ambiente atingem a sociedade como um todo. Com isso, percebe-se que é fundamental aos caminhoneiros se atentar à possibilidade de redução de impactos ambientais do caminhão.

Essa preocupação especial não se relaciona apenas com a importância de se conscientizar, mas também com o cumprimento de leis e normas.

Entenda, nesse post, quais os principais impactos ambientais do seu caminhão e conheça algumas maneiras de reduzi-los!

Quais são os impactos ambientais do caminhão?

Desde sua produção, lá na indústria, já se iniciam os impactos ambientais: infelizmente, os processos produtivos ainda envolvem muitas perdas, na forma de subprodutos, que podem causar os mais diversos tipos de poluição, como é o caso de emissões de poluentes atmosféricos, geração de resíduos sólidos e também esgotos.

Já na estrada, também são gerados alguns poluentes que, além dos prejuízos ambientais, podem também gerar danos à saúde, por isso requerem bastante atenção!

Nesse contexto, o ponto mais importante a ser pensado é a questão do combustível. Para suportar a carga de energia necessária para movimentar os caminhões, ainda é preciso utilizar o diesel, que é o combustível mais poluente de todos.

Nos motores de caminhões, movidos à diesel, as misturas entre o ar e o combustível são menos homogêneas, pois o diesel é um combustível menos volátil e seu motor tem a característica de funcionar por ignição espontânea. Isso faz com que, para assegurar uma combustão completa, deva existir excesso de ar na câmara de combustão.

Um problema muito comum é “a falta desse excesso”, culminando em uma combustão incompleta, a qual gera emissão de fuligem, monóxido de carbono (CO), e hidrocarbonetos. Além desses poluentes, também são gerados dióxido de carbono, óxidos nítricos, dióxido de nitrogênio e óxidos sulfurosos.

Uma vez emitidos, esses poluentes atmosféricos ainda podem reagir entre si ou sofrer quebra pela ação da luz, formando os poluentes secundários, como ozônio, por exemplo.

Especialistas afirmam que motores movidos por diesel chegam a poluir sete vezes mais o meio ambiente do que a gasolina.

Então, quais são as alternativas para reduzir os impactos ambientais do caminhão?

Existem, mesmo que de forma ainda insuficiente, alguns programas de incentivo para redução dos impactos ambientais dos caminhões. É o caso do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve), a Inspeção Veicular Ambiental, entre outros.

Mas o que você, caminhoneiro, pode fazer para reduzir o impacto ambiental do caminhão?

Reunimos, aqui, algumas dicas simples, mas úteis para que você seja um caminhoneiro mais sustentável:

  • Utilize combustíveis de qualidade:

Sabemos que a substituição do diesel ainda é uma realidade distante. Mas é possível fazer escolhas mais conscientes na escolha do combustível a ser utilizado.

É importante utilizar combustíveis com boa procedência, de distribuidores devidamente certificados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), pois eles podem aumentar o rendimento, a durabilidade do veículo, e reduzir a emissão de gases poluentes, e, por fim, reduzir os impactos ambientais do caminhão.

  • Faça manutenção preventiva:

O objetivo das manutenções preventivas é garantir que o caminhão executará sempre as melhores perfomances. Dessa forma, garantindo melhor rendimento, é possível evitar paradas ou problemas inesperados e também reduzir o impacto ambiental do caminhão, através da manutenção da qualidade do processo de combustão.

  • Renovação do veículo:

Veículos antigos, via de regra, geram mais poluição ambiental. Isso porque a tecnologia envolvida na indústria naturalmente era menos evoluída há 10, 15, ou 20 anos atrás. Dessa forma, refletir se está na hora de trocar de caminhão é algo a se pensar! Muitas vezes a emissão de gases em excesso é reflexo de outros problemas do veículo.

Fizemos esse post aqui pra te ajudar a entender se está na hora de trocar de caminhão. 

E essas são apenas algumas alternativas possíveis! O primeiro passo para que você, caminhoneiro, contribua para reduzir os impactos ambientais do seu caminhão é a mudança de postura e buscar se informar mais sobre o assunto.

Você tem alguma técnica específica para reduzir as emissões de poluentes do seu caminhão? Compartilhe com a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *