O Brasil é um país grande, por isso conta com uma das maiores malhas viárias do mundo, com mais de 1,4 milhão de quilômetros. Com uma extensão tão longa, o número de acidentes é elevado, especialmente em algumas das estradas mais perigosas do Brasil.

Não podemos dizer que toda a extensão de uma estrada é perigosa, mas alguns trechos merecem atenção especial. Saiba quais são eles e como prevenir acidentes em suas viagens!

1. BR-101 (Florianópolis, SC)

São apenas 10km que colocam a rodovia BR-101 no primeiro lugar na categoria das estradas mais perigosas do Brasil. No trecho entre os km 200 e 210, que passa pela grande Florianópolis, trafegam diariamente 175 mil veículos. Esse tráfego intenso já foi responsável por 130 acidentes com registro de 139 pessoas feridas gravemente.

Outro trecho da rodovia que merece atenção é entre os km 210 e 220, que já registrou 79 acidentes graves, com o mesmo número de pessoas feridas e uma grande quantidade de óbitos: 12.

2. BR-101 (Serra, ES)

Em 2016, a extensão entre os km 260 e 270 da BR-101, desta vez no Espírito Santo, foi considerado o trecho mais perigoso do Brasil. Foram registrados 215 acidentes graves, com 221 levemente feridos, 152 que ficaram em estado grave e 13 foram a óbito.

Um relatório da Polícia Federal do Espírito Santo identificou as principais causas dos acidentes nesse trecho: falta de sinalização combinada com reformas intermináveis na pista. Além disso, o trecho fica em área urbana e possui condições precárias também para pedestres e ciclistas, pois não possui passarela e nem faixa de pedestres.

Por isso, ao passar por esse trecho da rodovia é importante ficar sempre atento à movimentação dos pedestres e também tomar cuidado com as reformas constantes na pista que podem confundir os motoristas.

3. BR-040 (Belo Horizonte, MG)

Outra estrada que merece grande atenção é a BR-040, especialmente o trecho de saída de Belo Horizonte em direção ao Rio de Janeiro. É nele que foi registrado o maior número de acidentes envolvendo caminhões no Brasil.

Ao trafegar por essa rodovia, o caminhoneiro deve ficar atento, pois não há mureta e nem um canteiro para separar as duas pistas. Por isso, pegue sempre essa estrada com bastante atenção e nunca trafegue por ela com sono.

4. BR-122 (Fortaleza, CE)

O trecho mais perigoso da rodovia BR-122 fica bem no comecinho dela, entre os km 0 e 10. Nele foram registrados 420 acidentes, com 281 feridos e 13 óbitos.

É preciso ficar atento a animais soltos nessa estrada e também na grande quantidade de buracos que podem provocar acidentes graves, caso o motorista estiver desatento e tentar realizar uma manobra brusca para desviar de um deles.

5. BR-316 (Ananindeua, PA)

O nome desta cidade ao Norte do Brasil parece desconhecido, mas entre os km 0 e 10 da BR-316 já foram registrados 90 acidentes graves, com 94 feridos e 9 óbitos. Quem conhece a região sabe dos perigos e alerta para sempre que possível desviar a rota e evitar esse trecho perigoso da rodovia.

6. BR-116 (Curitiba, PR)

A BR-116, em especial os trechos ao sul de Curitiba, é considerada a terceira estrada com mais acidentes do Brasil. As curvas longas combinadas com ultrapassagens indevidas colocam em risco muitos motoristas. Os tombamentos de caminhões foram os acidentes mais registrados na rodovia no ano de 2015.

É muito importante que o caminhoneiro esteja atento não apenas nas estradas mais perigosas do Brasil, mas em todos os trechos da viagem. Não fazer ultrapassagens perigosas, trafegar sempre no limite de velocidade permitido na rodovia e, acima de tudo, nunca dirigir com sono ou após consumir bebida alcoólica são hábitos que podem evitar acidentes.

Quer receber mais informações sobre as estradas do Brasil? Assine nossa newsletter e receba o melhor conteúdo por e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *