Para quem vive a rotina das estradas, os caminhões são bens valiosos e até mesmo com valores sentimentais. Assim sendo, muitos caminhoneiros não medem esforços para cuidar de seus veículos. Um desses cuidados é conservar a pintura de caminhão.

Mas, afinal, o que fazer? Muitas dicas surgem nas redes sociais destes motoristas, mesmo assim restam dúvidas sobre o que é ou não recomendado. Para mostrar a você como realizar a conservação, escrevemos um artigo com 4 dicas essenciais.

Vamos lá? Boa leitura!

Pintura de caminhão: como conservar

A pintura de qualquer automóvel, quando bem conversada, demonstra cuidado, higiene e até mesmo qualidade nos serviços prestados com auxílio do veículo, concorda? Por esse motivo, é importante conservar ao máximo a pintura. Isso, inclusive, ajuda a evitar gastos maiores.

Vale lembrar que qualquer automóvel passa muito tempo exposto às condições externas, como clima, chuva, sujeiras da estradas, etc. Essas condições são grandes responsáveis pelo desgaste da pintura com o passar do tempo.

A grande dúvida é como fazer isso sem danificar a lataria. Se o seu caminhão é antigo, foi comprado usado, ou mesmo se for recém-comprado, você precisa criar hábitos para mantê-lo funcional e, claro, sem deixar a aparência de lado.

1. Lave o caminhão com frequência

Não é novidade que caminhoneiros podem passar dias, semanas ou meses nas estradas. Isso dificulta, e muito, a lavagem dos caminhões. Mesmo assim, a primeira dica, e também a principal é: limpe o seu caminhão.

O recomendado é diariamente fazer uma limpeza externa e interna com pano seco. Já a lavagem, deve ocorrer num período de 7 a 15 dias, com água e produtos específicos, como por exemplo, o detergente adequado.

2. Faça enceramento ou polimento

Encerar ou polir a lataria de um caminhão são ações distintas e indicadas em casos separados. Para ficar mais claro, descrevemos abaixo quando e como fazer cada uma delas. Confira:

  • Enceramento: a cera cria uma película de proteção no caminhão, impedindo que fatores externos causem desgastes irreversíveis e deve ser feita como medida preventiva;
  • Polimento: neste caso, deve-se polir a carroceria caso o desgaste já tenha danificado o veículo, por exemplo, com arranhões ou manchas de sol.

Ambas as opções não devem ser frequentes como a lavagem dos caminhões. Para conservar a pintura do caminhão, o recomendado é realizar alguma destas ações a cada 6 meses ou um ano, assim o efeito não será contrário ao esperado.

3. Realize manutenções ou consertos sempre que necessário

Com a correria do profissão, ou até mesmo por motivos financeiros, muitos motoristas adiam manutenções ou consertos que precisam ser imediatos. Isso porque, ao longo do tempo, os danos podem ser ainda maiores.

Por exemplo, em caso de colisões, que amassaram a carroceria ou descascaram a pintura, a sugestão é ir o quanto antes a uma oficina. Assim, o problema será resolvido, ao invés de prolongado e ampliado.

4. Faça descontaminação

O processo de descontaminação é indicado quando a simples lavagem não é o suficiente. Neste caso, usa-se uma massa abrasiva de argila em cima de toda a carroceria para retirar quaisquer impurezas presentes. Assim, a pintura é conservada e o aspecto da lataria permanece liso.

Pintura de caminhão: porque conservar

Antes de concluirmos este artigo, vamos listar os motivos porque você deve conservar a pintura do seu caminhão. Afinal, muitos motoristas consideram uma atitude dispensável.

Você já pensou em vender o seu veículo? Se a resposta for sim, saiba que uma boa pintura ajuda a manter o bom valor do mercado. Além de chamar atenção dos interessados.

Pintura de caminhão: como fazer

Em alguns casos, os caminhoneiros estão mais interessados em conhecer o processo de pintura de um caminhão. Para não deixar que isso passe despercebido, mencionaremos brevemente o passo a passo. Confira:

  1. Preparo: deve-se desmontar a carroceria, lavar bem as peças e deixá-las expostas ao sol para secagem;
  2. Lixamento: lixar todas as peças da carroceria, em seguida limpá-las com um pano úmido e secar novamente;
  3. Aplicação de fundo base: aplique o fundo base adequado para o caminhão e para a tinta que será aplicada posteriormente;
  4. Pintura e acabamento: aplicação da tinta, com as ferramentas adequadas e limpeza final com produtos para garantir o bom acabamento.

Conclusão

A pintura de caminhão é mais importante do que se imagina. Por isso, é importante olhar para este aspecto ao cuidar da sua principal ferramenta de trabalho. Além de conservá-la, com atitudes inseridas na rotina, caso seja preciso fazer uma pintura é necessário procurar um profissional de qualidade para o serviço.Gostou das dicas que separamos para você e o seu veículo? Agora, leia sobre outro assunto que também tem a ver com a pintura de caminhão. Descubra se compensa comprar caminhão usado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *