Para quem trabalha rodando pelas estradas brasileiras, infelizmente, é muito comum deparar-se com acidentes graves envolvendo os companheiros de profissão.

Além das péssimas condições que se encontram algumas estradas, é triste perceber que inúmeros acidentes, inúmeras vidas são perdidas por descuidos com a manutenção dos veículos.

Para quem tem anos de estrada, é mais fácil perceber quando há algo de errado com o caminhão. Mas, mesmo assim, muitos preferem “contar com a sorte” e acabam pagando com a própria vida.

Sabemos das dificuldades em manter o controle de um veículo tão grande e pesado quanto alguns modelos de caminhão. E, uma das principais preocupações é manter a estabilidade e a segurança para evitar acidentes.

Em situações de imprevistos, uma das primeiras reações é quase sempre acionar os freios e tentar parar. Mas, como dizemos, parar um objeto enorme e pesado que estava locomovendo-se com uma velocidade considerável, não é das coisas mais fáceis de se fazer.

O sistema de freio é apontado como um dos principais itens de segurança, de qualquer veículo. O que muitos podem pensar apenas como um pedal de acionamento é um sistema maior que exige manutenção e revisão esporádicas.

Como os freios estão muito além desse pedal que citamos, a AVEP Brasil resolveu falar um pouco sobre um dos principais componentes desse sistema: a lona de freio.

Você sabe o que é a lona de freio, sua função e identificar problemas de desgaste da mesma? Hoje, vamos explicar alguns pontos importantes. Vamos lá? Boa leitura!

O que é a lona de freio

A lona de freio em caminhões, quase sempre, é fabricada a partir de um composto de fibras sintéticas, metais e resina. Ela compõe o sistema de freio de veículos que fazem uso do modelo a tambor.

Ao escolher a lona para o seu caminhão, vocês devem estar atentos à composição da peça, pois há variações de rigidez e, quanto mais dura e resistente ao atrito, melhor desempenho na frenagem.

Qual a função e como funciona a lona de freio

A lona de freio é quem garante a fricção que aciona os freios. Quando o motorista pisa no pedal dos freios, os pistões empurram as sapatas, onde estão as lonas, contra o tambor. Assim, o atrito causado irá reduzir a velocidade do caminhão.

O mesmo atrito responsável por desacelerar o veículo é a causa do desgaste da lona. Por isso, o uso correto do sistema de freio é importante não só para segurança, mas também, para a manutenção do veículo.

Quando devo trocar as lonas de freio

O desgaste da lona de freio interfere diretamente no tempo de resposta do veículo quando acionado o freio. Como dizemos, a fricção entre lona e tambor reduz gradativamente a vida útil do componente.

O uso equivocado dos freios pode causar um desgaste maior e uma alteração na superfície de contato entre as peças e o revestimento. Nessas condições, a geração de calor pela fricção será alterada e afetará a resposta do sistema ao acionamento do freio.

Atente a prováveis superaquecimentos, trepidações e ruídos no momento da frenagem. Para manter a segurança, previna-se: recomenda-se que a cada 5 mil quilômetros ou 6 meses, seja feita uma revisão do caminhão.

Como aumentar a vida útil da lona de freio

A dica mais importante para a conservação, não só da lona, mas de todo o caminhão, é prudência no momento de dirigir. Fazer uso correto dos freios, evitando freadas bruscas. Antes de encerrarmos o post, mais algumas dicas:

– Em declives longos, utilize sempre os freios auxiliares;

– O freio motor é importante para a conservação de todo sistema de frenagem;

– A troca de marcha feita de maneira correta faz com que os freios sejam acionados menos vezes;

Como dizemos outras vezes, a conservação dos freios é de suma importância não só para a conservação, mas para a segurança sua e dos demais agentes no trânsito.

Mantenha a lona de freio em bom estado de conservação, afinal, não devemos facilitar acidentes que possam acabar com vidas.

Fique tranquilo, aqui tem AVEP!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *