Rodar pelas estradas no país é a rotina mais comum de quem trabalha como caminhoneiro. E, para que isso seja feito com segurança e dentro das conformidades exigidas no Brasil, os caminhões, assim como os carros de passeio também precisam estar licenciados para poder cruzar as estradas nem nenhuma preocupação.

Estar sempre com os documentos em dia evita problemas e faz com que o caminhoneiro não tenha dor de cabeça ou surpresas péssimas como multas, apreensões e remoções dos veículos, o que pode comprometer preciosos dias de serviço. Já pensou no prejuízo de ter o caminhão apreendido por falta de documentos e o atraso nas entregas das cargas?

Documentos necessários para ficar em dia com o caminhão

Por esses e outros motivos o licenciamento de caminhão deve ser prioridade dos caminheiros. Confira alguns documentos importantes:

Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV)

O serviço consiste em documentos e taxas que devem ser renovados todo ano pelo proprietário do veículo, que, ao final do processo, vai obter o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). O documento é obrigatório e permite que o condutor rode com o caminhão por todo território brasileiro.

Ao ter a posse desse certificado, comprova-se que o veículo está apto a rodar nas condições estipuladas pelo órgão regulador (DETRAN). Essas condições abrangem tanto questões de segurança quanto questões de emissão de ruídos e poluentes.

Assim, o caminhoneiro que conduz o veículo licenciado comprova que nada tem a dever aos órgãos governamentais – no que diz respeito a qualquer tipo de restrições judiciais ou administrativas relacionadas àquele automóvel. Ou seja, o CRLV indica que o veículo está livre de bloqueios, dívidas ou registros de infrações.

É através deste documento que o motorista tem a concessão e o direito de livre tráfego ao veículo, servindo para que o proprietário demonstre que conduz um veículo totalmente regular e liberado para circular, sem embaraços ou desconfianças, por todo o território brasileiro.

Carteira de Habilitação

Fundamental para que qualquer condutor possa transitar com veículos, a Carteira Nacional de Habilitação também é uma exigência e deve estar sempre em mãos – ou nas versões eletrônicas para quem já tem.

Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)

O famoso IPVA é um imposto cobrado anualmente por todos que possuem um veículo automotor registrado em seu nome.

Documentos para estar em dia com a carga transportada

Assim como o CRLV, outros documentos são de extrema importância para condução de transporte rodoviário de carga. Essa atividade é regulamentada pelo governo em diversos níveis e, por isso, a documentação de cada carga transportada é obrigatória.

Os diferentes tipos de transportes de cargas no Brasil determinam os tipos de documentos emitidos que devem acompanhar as cargas durante todo o processo de transporte até a entrega.

São exemplos de documentação básica exigida para os transportes de carga: Nota Fiscal Eletrônica – NF-e, Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica – DANFE,Conhecimento de Transporte Eletrônico – CT-e, Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico – DACTE, Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais – MDF-e e Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais – DAMDFE.

Apesar da quantidade de documentos necessários para o transporte rodoviário de cargas ser alta, ela garante o bem estar e segurança do caminhoneiro em tráfego. É com base nesse controle que o trabalho nas estradas consegue ser regulamentado e assegurado pela documentação que demonstra a origem e o destino da mercadoria, a aptidão de quem dirige e mais uma sucessão de informações que serão solicitadas nos postos fiscais.

E você, já está com os documentos em mãos? Então agora é só pegar o seu caminhão e seguir por aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *